6 de abril de 2022

Resiliência: entenda o significado e dicas para ser uma pessoa mais resiliente

Permanecer resiliente nos ajuda a não deixar que as adversidades da vida ou do mundo nos afetem, seja fisicamente, emocionalmente, profissionalmente ou qualquer outro.
Permanecer resiliente nos ajuda a não deixar que as adversidades da vida ou do mundo nos afetem, seja fisicamente, emocionalmente, profissionalmente ou qualquer outro.
Tempo de leitura: 4 minutos

Resiliência é a capacidade de resistir ou de voltar ao seu estado natural após enfrentar adversidades.

Neste texto vamos entender qual é a importância da resiliência e como torná-la real, afinal, ser resiliente nos ajuda a não nos deixar afetar pelas dificuldades que acontecem ao nosso redor. 

O que é resiliência?

Originalmente o conceito de resiliência é relacionado à física, quando um objeto  tem a capacidade retornar ao seu estado inicial depois de ter sofrido uma deformação. 

Relacionando o termo as definições sociais, podemos dizer que resiliência é a capacidade de uma pessoa voltar ao seu estado natural após situações adversas.

Além disso, a capacidade de resistir a essas situações complicadas, como  estresse, obstáculos, pressão, entre outros.

Qual a importância da resiliência? 

Permanecer resiliente nos ajuda a não deixar que as adversidades da vida ou do mundo nos afetem, seja fisicamente, emocionalmente, profissionalmente ou qualquer outro.

Resistir a esses problemas e ter a capacidade de lidar com elas, é algo positivo em todos os aspectos da vida. 

E mesmo que as adversidades afetem, a possibilidade de poder transgredir e voltar ao seu estado natural, é ser resiliente. 

Empatia e resiliência: qual a ligação entre os termos?

Empatia é a capacidade de compreensão emocional relacionado ao outro e não a si mesmo.

Resiliência e empatia estão conectadas, pois são dois termos que impactam positivamente a personalidade de uma pessoa, e consequentemente o meio onde ela vive. 

São duas características que deixam o ser humano em constante desenvolvimento.

Quais são os pilares da resiliência? 

  • Otimismo: Ajuda a encarar as adversidades de uma forma positiva sabendo que aquele problema será resolvido.
  • Empatia: Se colocar no lugar do outro pode trazer perspectivas e compreensões diferentes.
  • Controle e desenvolvimento emocional: É algo necessário para se manter resiliente diante de situações negativas.
  • Autoconfiança: Ter a convicção de que você é capaz pode te ajudar em relação a superação de obstáculos e adversidades. 
  • Capacidade de reflexão e autoanálise:  São dois pontos bem importantes para manter a resiliência, já que estão ligados diretamente ao emocional e a capacidade de transformação.
  • Valores estabelecidos: Uma pessoa com valores estabelecidos se torna mais resiliente, já que dificilmente ela deixará seus valores de lado em um momento adverso. 

Tipos de resiliência

Existem alguns tipos diferentes de resiliência, aqui veremos a resiliência emocional, a resiliência acadêmica, a resiliência social e a resiliência física. 

Resiliência Emocional

Está relacionada com a capacidade de lidar com adversidades que impactam o emocional, transformando um possível impacto negativo, em um impacto construtivo. 

Autoconfiança, autoestima e independência são pilares importantes para lidar com essas dificuldades que impactam o emocional. 

Resiliência Acadêmica

Está relacionada à habilidade de lidar com problemas no meio acadêmico ou o desenvolvimento de habilidades para lidar com adversidades do mundo.

Resiliência Social

Está ligada a relações interpessoais. Dessa forma, ter resiliência social significa conseguir superar questões de relacionamento com outras pessoas em contextos sociais. 

Resiliência Física

A capacidade de resistir ou de recuperar o corpo em questões que impactam diretamente a integridade física. 

Exemplos de resiliência

Superar, não se entregar, lutar e resistir à uma enfermidade, doença, impacto físico ou qualquer obstáculos que ataque a sua saúde, é um exemplo de resiliência. 

Ao mesmo tempo que superar uma enfermidade é ser resiliente, o fato de constantemente estar cuidando da sua saúde física ou emocional, sem sinais de problemas, também é resiliência. 

Superar um divorcício e voltar a ser uma pessoa solteira e voltar a se relacionar,é um tipo de resiliência. Assim como superar a demissão de um emprego de muito tempo e voltar ao mercado de trabalho. 

Saber lidar e conseguir voltar a sua rotina após a morte de um ente querido, por exemplo, é sinal de resiliência, pois é algo que impacta profundamente qualquer aspecto da vida. 

4 dicas para ter resiliência

Como ser mais resiliente? Temos algumas dicas que vão te ajudar nessa jornada. 

1 – Se mantenha positivo e otimista. 

Quando enfrentamos adversidades os impactos podem se tornar negativos, por isso se manter otimista e positivo para lidar com esses problemas, é essencial. 

2 – Seja flexível 

Seja flexível em relação às pessoas e situações que possam aparecer, pois nem toda situação vai ser como esperamos e nem todas as pessoas vão agir como imaginamos.

3 – Desenvolva seu lado emocional

Procure e aprenda a controlar e desenvolver o emocional. Isso porque quando algo negativo acontece, estar abalado ou descontrolado emocionalmente pode acarretar em impactos extremamente negativos. 

4 – Busque sua auto confiança

Saia da zona de conforto e trabalhe a auto confiança. A habilidade de ser resiliente não é trabalhada em um lugar que não te traz desafios, e para lidar com uma zona desconfortável ou desconhecida, é preciso autoconfiança. 

Resiliência no trabalho: por que é importante?

O ambiente de trabalho é um ambiente que pode ser desafiador, onde a pressão pode ser alta e a resiliência se torna algo necessário.

É importante conseguir lidar com a pressão e com os desafios que surgem no dia a dia do trabalho, sem abalar o seu emocional ou suas habilidades profissionais.

Buscar resoluções rápidas e conseguir se recuperar rapidamente depois de uma de  adversidade no trabalho, são características importantes para continuar progredindo e se desenvolvendo no trabalho. 

Como ter resiliência no trabalho?

  • Busque desafios, seja proativo e encare os desafios que aparecem todos os dias no trabalho.
  • Controle suas expectativas em relação a empresa e busque desenvolver o seu conhecimento e entender as suas limitações. 
  • Mantenha uma postura positiva no ambiente de trabalho e tenha empatia com a sua equipe. 

O IPRC Brasil ACREDITA que decisões são tomadas a todo momento e empatia e resiliência são chaves para decifrar o comportamento humano. Vem conhecer as nossas palestras e o que tratamos nelas!

Compartilhe:

ARTIGOS relacionados que podem te

interessar

28 de junho de 2022
A cultura organizacional pode ser entendida como o comportamento da empresa no cotidiano.
21 de junho de 2022
O imprevisto é algo que muda tudo, ataca uma fraqueza, fortalece uma ameaça, surge repentinamente e de uma direção inesperada.
21 de junho de 2022
Ao ler “comportamento digital” é muito fácil pensar que estamos falando da forma como uma pessoa age no ambiente online, certo? No entanto, o termo vai um pouco mais além!

interesse em cursos das

TRILHAS

interesse em cursos

in company

interesse em

treinamentos

interesse em

palestras